Ir para o menu principal Ir para o conteudo principal

Banco de currículos gratuito oferece profissionais de saúde para o combate à Covid-19

Banco de currículos gratuito oferece profissionais de saúde para o combate à Covid-19

Os números da Covid-19 em Mato Grosso não param de subir. Boletim divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) no último domingo (9), mostra que o estado tem hoje 63.680 casos confirmados da doença. A situação é alarmante e para piorar o sistema público de saúde já sofre a falta de médicos, enfermeiros e técnicos. Muitos profissionais foram contaminados e, infelizmente, vários perderam a guerra contra o vírus.

Em recente pronunciamento à imprensa mato-grossense, a presidente do Conselho Regional de Medicina (CRM-MT), Hildenete Monteiro Fontes, afirmou que “mais de mil médicos foram afastados devido à contaminação.” Portanto, “faltam profissionais para o enfrentamento à pandemia.” O estado abriu 530 novas vagas para suprir a demanda por profissionais de saúde.

Diante de todo este caos, uma boa notícia: uma empresa cuiabana, especializada na formação de enfermeiros e técnicos em enfermagem, criou um banco de currículos e já conta com 500 profissionais de saúde à disposição de hospitais e clínicas médicas. O serviço é social e gratuito. “Portanto, não há custos para trabalhadores nem para contratantes.”

“Nosso único objetivo com este serviço é garantir a oferta de profissionais para o enfrentamento à Covid; sejam médicos, enfermeiros ou técnicos. O serviço é gratuito; não há custos para os candidatos nem para os contratantes. Trabalhamos há 18 anos com a formação técnica em saúde e sabemos da nossa responsabilidade social”, explicou Devlin Bezerra, diretor do Centro Técnico de Ensino Mato-grossense (CETEM).

O programa “Cetem Emprega” é aberto e conta com a consultoria da psicóloga Rita Haddad. Ela explica que o programa também oferece atualização profissional, de graça, para os candidatos. 

“Estamos vivendo um momento novo, de expectativas e constante necessidade da requalificação da mão de obra, principalmente na área da saúde. Novos protocolos foram estabelecidos pela Organização Mundial de Saúde com vistas à preservação da vida do paciente e do profissional. Ao se cadastrar no programa, o candidato ao novo emprego tem acesso a conteúdos exclusivos para seu desenvolvimento profissional enquanto aguarda por uma oportunidade de trabalho. Tudo sem qualquer custo para os candidatos ou contratantes.”

Além do banco de currículos, a empresa mantém, em Cuiabá, cursos técnicos de formação em enfermagem, instrumentação cirúrgica, exames laboratoriais e de imagem. Neste período de pandemia, 100% on-line.

“Ampliamos o acesso dos nossos alunos ao ambiente virtual com aulas on-line em tempo real, fóruns de discussão, debates, enquetes e chats pra retirada de dúvidas. Criamos uma série de ferramentas que possibilitam o aprendizado constante para que o sistema de saúde não fique desabastecido de profissionais qualificados”, concluiu Devlin Bezerra.

Fonte: Robson Fraga